Logo Genom

Saúde e Bem-Estar

Dor

A dor no ombro ou bursite pode acontecer de modo imperceptível

É preciso identificar a fonte da dor para depois tratá-la adequadamente

Tem gente que diz que não há nada pior que uma dor no ombro. Conhecida como bursite, ela pode acontecer depois de algum esforço, sem que a pessoa perceba, no trabalho, na academia ou até mesmo um mau jeito durante o sono. E pode durar semanas e ir piorando com o tempo. O tratamento, nesta fase, pode ficar ainda mais difícil.
A tendinite do ombro pode ser diagnosticada por um ortopedista usando ultrassom ou uma ressonância de ombro. Mas antes de utilizar tais recursos, é preciso identificar a fonte da dor: se for em razão de um esforço na academia, a pessoa tem que corrigir o exercício, falar com o educador físico (personal trainer), ajustar os pesos usados etc. Se tiver ocorrido por conta do trabalho, a correção ergonômica e um intervalo para ginástica laboral, são aconselháveis. Se a dor foi proveniente de uma noite mal dormida, é preciso verificar o colchão e o travesseiro se estão adequados.

Ainda existe a possibilidade de tratar com fisioterapia e até com ondas de choque. Um médico especialista em medicina esportiva e um educador físico podem ser fundamentais para descobrir o que está causando as dores, precisa investigar, pois algumas tendinites e bursites podem piorar muito e atrapalhar o dia e a noite.

Equipe Bem Star


Veja mais...

- A dor crônica pode estar associada ao estresse e à depressão