Logo Genom

Saúde e Bem-Estar

Saúde Feminina

Diagnóstico precoce e rastreamento do câncer de colo do útero são estratégias da OMS para reduzir o mal

Teste Papanicolau é o mais indicado para o caso

A Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu as estratégias para a detecção precoce do câncer de colo de útero: diagnóstico precoce (abordagem de pessoas com sinais e/ou sintomas da doença) e o rastreamento (aplicação de um teste ou exame numa população aparentemente saudável, com objetivo de identificar lesões sugestivas de câncer e encaminhá-la para investigação e tratamento).

O teste utilizado em rastreamento deve ser seguro, relativamente barato e de fácil aceitação pela população, ter sensibilidade e especificidade comprovadas. Expressiva redução na morbimortalidade pela doença foi alcançada nos países desenvolvidos após a implantação de programas de rastreamento de base populacional a partir de 1950 e 1960.

O método principal e mais amplamente utilizado para rastreamento do câncer do colo do útero é o teste de Papanicolau (exame citopatológico do colo do útero). Segundo a OMS, com uma cobertura da população-alvo de, no mínimo, 80% e a garantia de diagnóstico e tratamento adequados dos casos alterados, é possível reduzir, em média, de 60 a 90% a incidência do câncer cervical invasivo.

Equipe Bem Star



Veja mais...

- Atividade física e período menstrual